Foto:
21/01/2020 14:30
Boeing realiza primeiro voo de nova variante do Chinook
Dois rotores. H-47 Block II recebeu uma série de melhorias, como novas pás do rotor produzidas em materiais compostos

Chinook é considerado o punho de aço da mobilidade aérea do exército dos Estados Unidos

A Boeing realizou o primeiro teste de voo com o helicóptero H-47 Chinook Block II, que recebeu com as novas pás de rotor produzida em compósito. As lâminas foram desenvolvidas pela Boeing em parceria com o exército dos Estados Unidos e permite redução no peso do helicóptero, fornecendo 771 kg extras de capacidade de içamento.

O novo componente batizado de Advanced Chinook Rotor Blades (ACRB) faz parte do pacote de evolução adotado no veterano Chinook, que adicionou uma série de recursos no Block II, permitindo o melhor desempenho em situações extremas, ao mesmo tempo que diminui custos futuros com manutenção e garantiu elevada disponibilidade da frota.

O objetivo do ACRB é a ampliação do envelope de voo, para que o helicóptero possa operar em condições operacionais altas e quentes, atendendo aos requisitos da missão pesada durante todo o dia.

Novas pás do rotor são produzidas em compósito e possuem novo perfil aerodinâmico

Outro ponto importante do programa Block II é manter os seus principais fornecedores do modelo com suas linhas de produção ativas, permitindo aos mais de 950 Chinooks, em operação em 20 países, manter eficiência em relação aos custos de operação, manutenção e produção.

Com a primeira entrega programada para 2023, o exército dos Estados Unidos estima atualizar mais de 500 Chinook para a versão Block II, incluindo os novos rotores.

Texto/Fonte: Boletim Semanal AERO Magazine - Por Gabriel Benevides