Foto:Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação
29/09/2019 11:42
Empresa aérea espanhola prepara sua estréia no mercado brasileiro
Brasil e América Latina na mira. Globalia deverá atuar no Brasil com empresa de baixo custo

A Globalia poderá anunciar em breve o modelo da companhia aérea que pretende operar no Brasil. A empresa contratou uma consultoria especializada para definir o modelo que deverá adotar no país, que possivelmente será próximo ao conceito de baixo custo.

A Globalia é um grupo espanhol de turismo, proprietário da Air Europa e  recentemente foi autorizada a operar com uma empresa aérea no Brasil, devendo agora buscar um modelo que atenda ao mercado doméstico.

 

Em entrevista ao jornal espanhol El País, Juan José Hidalgo, presidente do grupo Globalia, afirmou que a Air Europa pretende também expandir sua presença na América Latina. O plano inicial é incrementar em 25% a capacidade de voos entre a Europa e a América Latina já em 2020. As novas rotas planejadas para o próximo ano incluem voos diretos entre Madri e Cartagena e São José da Costa Rica. Além disso, os voos para Fortaleza devem passar para três frequências semanais. A empresa também mantém planos para voar de forma direta de Madri para Santiago do Chile e a Cidade do México.

Recentemente a Air Europa ampliou seus voos para a região, voando direto para a Cidade do Panamá, Foz do Iguaçu e Medelín. Assim como está substituindo gradativamente os Airbus A330 pelos Boeing 787 Dreamliner na maior parte dos voos entre a Europa e as Américas. A mudança permitiu oferecer a nova classe executiva, com 36 assentos, em um mercado tradicionalmente operado por empresas de baixo custo.

Outro mercado que continua no radar da empresa espanhola é a Argentina, mesmo com o país atravessando outra grave crise econômica e política. Recentemente a companhia passou a oferecer passagens financiadas em até 12 vezes.

Texto/Fonte: Boletim Semanal AERO Magazine